Não incide IOF na operação de adiantamento para futuro aumento de capital – AFAC

Um dos pontos que ainda atormenta o empresário que possui várias empresas é o risco de pagamento de IOF nas operações de “caixa unificado”, ou seja, da gestão de caixa com aproveitamento de excesso de valores de determinada empresa ser usado por outra (que não se socorreria de bancos em razão das elevadas taxas de juros).

O uso dessas “contas correntes” ainda gera insegurança.

Por sua vez, se utilizada a ferramenta do AFAC (depósito de valores em determinada empresa em que é sócia) não acarretaria esse risco, segundo entendimento do CARF (A decisão é da 2ª Turma Ordinária da 3ª Câmara da 3ª Seção).

Toda atenção.

Deixar uma resposta