Ex-sócio responde por processo trabalhista até dois anos após saída da empresa. Entenda.

Ex-sócio responde por processo trabalhista se tiver se beneficiado do trabalho do empregado e desde que não tenha se passado mais de dois anos entre a saída averbada na Junta Comercial e o ingresso do processo trabalhista.

Esse tem sido o entendimento dos Tribunais do Trabalho.

O embasamento se dá no artigo 1003 do Código Civil e também na própria CLT.

Leave a Reply