MP da Liberdade Econômica – Salários elevados não poderão entrar na Justiça do Trabalho. Relação será civil. Entenda.

Um dos itens da MP da Liberdade Econômica determina que salários acima de 30 mínimos, por volta de 28 mil mensais, passariam a ser regidos pelo Direito Civil, e não pela lei trabalhista.

Isso traria plena liberdade de negociação entre os funcionários e os empregadores que deixariam de ser tutelados pelos sindicatos.

Todos os direitos seriam mantidos, mas a negociação e os questionamentos seriam civis, contratuais, fora da morosa e arcaica Justiça do Trabalho.

Em poucos dias saberemos se a MP será aprovada. Apoio total a ela.

Leave a Reply