TST, mais uma vez, diz que motorista UBER não é funcionário da empresa de aplicativo.

Eles não cansam. A burocracia. Os gananciosos. Os sindicalistas. Os esquerdopatas. Os petistas. Os psolistas. O Ministério Público do Trabalho…., enfim, todos aqueles que querem nos transformar numa mistura de Venezuela com Coréia do Norte.

Não cansam mas sistematicamente tomam cacetadas que talvez no futuro venham a mudar a opinião dessa classe parasitária.

A eles vai mais uma lição: o TST, novamente, declarou que motorista de aplicativo não é funcionário do UBER. Agora foi a 4a. Turma, antes tinha sido a 5a.

Isso vale para iFood; Loggi, 99, ou seja, todos os empresários que tentam fazer desse país um lugar melhor.

Bom final de semana.

Leave a Reply