Apelidos ofensivos podem gerar dano moral ao empregado.

O tema não é novo. Julgando caso de tratamento ofensivo a empregado assim postou-se o Tribunal Regional do Trabalho:

“É inaceitável, e enseja reparação por danos morais, o tratamento hostil dispensado à reclamante pelo seu superior hierárquico e colegas de trabalho, atribuindo-lhe apelidos ofensivos, além de praticarem outras condutas ofensivas à sua honra e dignidade, sendo responsabilidade objetiva da empresa zelar pelo meio ambiente laboral, nos termos dos artigos 225 combinado com 200, VIII da CRFB/88 e item 17 da Convenção 155 da OIT”. 

Entenderam os julgadores que cabe ao empregador coibir essa atitude.

Todo cuidado.

Leave a Reply