Desoneração da folha de pagamentos deverá ser prorrogada até 2026, mas tem risco de acabar em dezembro. Entenda.

Atualmente 17 setores da economia gozam da prerrogativa de trocar a cota patronal de INSS (20% sobre a folha de salários) por um percentual sobre o faturamento.

Para as empresas que mais empregam no regime CLT a medida é extremamente vantajosa.

Ocorre que lei que introduziu o benefício expira em 31/12/2021, havendo forte articulação para que seja prorrogada até 2026, mas como está inserida no “toma-la-dá-ca” da Reforma Tributária, há riscos!

Estaremos atentos às novidades postando-as assim que surgirem.

Leave a Reply