Reforma Trabalhista – Quinto Ponto – Fim do imposto sindical.

Por intermédio do imposto sindical, um dia de trabalho do mês de março é descontado dos empregados e “entregue” aos sindicatos para uso livre. Não há prestação de contas, auditoria e nem regra para consumo. Eles simplesmente “gastam”. Está lá no art. 582 da CLT.

Essa derrama atinge mais de 3 bilhões de reais em favor de nossos mais de 15 mil sindicatos.

De salários a “pão com mortadela” e “camisa vermelha”, os pelegos destinam os valores como melhor decidem. Assim, nós temos de pagar e ponto final.

Agora, com a reforma, os sindicatos perdem esse privilégio e os empregados ganham um dia de trabalho.

Para se sustentar, os sindicatos deverão provar ao que vieram.

Esse é o meu ponto preferido! Fim à derrama…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s