Reforma Trabalhista – Quarto ponto: Deslocamento ao trabalho.

A empresa deve remunerar o tempo de deslocamento se o empregado trabalhar em local de difícil acesso ou onde não existir transporte público e a empresa, em razão disto, colocar a sua disposição meios de locomoção (ônibus, vans, etc…). Está na CLT.

Com a reforma esse tempo deixará de ser “pago” de modo obrigatório o que parece bastante justo.

Já tive secretária que gastava até duas horas de locomoção desde sua casa. Moradores de bairros distantes dispensem às vezes mais do isso para chegar a seus postos – e não possuem o privilégio de ter “transporte particular”.

Por que no caso favorecido (em que as empresas os transportam) seria diferente e este tempo deveria ser remunerado?

Dá para ser contra?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s