Mudança na reforma trabalhista deixa claro que o imposto sindical é apenas para quem aceita e ficará fora da folha. Entenda.

A MP 873/19, editada em 28/2, estabelece, agora de modo muito claro, que as contribuições sindicais só podem ser cobradas dos empregados que expressamente aceitarem.

Além disso a partir de agora mesmo concordando com o pagamento as empresas não poderão descontar o valor em folha de pagamentos.

A contribuição será formalizada por boleto ou qualquer outro meio de pagamento.

O texto é resposta direta ao ativismo judiciário que estava aceitando a criação da cobrança por meio de ‘acordos’ coletivos formalizados na calada da noite.

Quem nos acompanha é testemunha que alertamos para isso faz tempo.

Acabou a dúvida.

Leave a Reply